alho negro, gastronomia, jornalismo, mulheres jornalistas

ALHO NEGRO ou ALHO ROXO

“UMA IGUARIA POPULARMENTE CONHECIDA NO CONTINENTE ASIÁTICO”

Por Jeane Abreu
jeane.abreu@mulheresjornalistas.com

Vocês já ouviram falar do alho negro?

Não! O alho negro é uma iguaria da gastronomia popularmente conhecida pelos asiáticos, é oriental. Seu sabor doce pode ser acrescido em qualquer prato culinário.

O ingrediente vem fazendo um maior sucesso nas renomadas e grandes cozinhas brasileiras, pizzarias do mundo inteiro.

Em conversa com a chefe de cozinha Josiane Costa 32 anos, moradora da cidade de Curitiba, ela conta que o alho negro faz parte dos diversos pratos típicos oferecidos no restaurante que atualmente trabalha.

Josiane afirma que, o alho negro chegou ao Brasil em 2008. Essa iguaria podemos fazer muitos pratos saborosos, que muitas das vezes nem é percebido através do paladar de seus clientes.  “o alho foi um ingrediente que o dono do restaurante onde trabalho trouxe de uma de suas viagens internacionais e passamos a experimentar”.

“Com o alho negro podemos fazer estrogonofe, torta de frango, costelinha de porco, arroz de brócolis, macarronadas, lasanhas, pizzas, pão, bolo de chocolate”, enfatiza Josiane. A conversa rendeu até mesmo uma receitinha que segue no final da nossa matéria.

Aos interessados em conhecer o alho negro, que queira sofisticação e inovação em seus pratos, pode submeter o alho branco a maturação ou adquirir em casas de produtos naturais e internet.

Esse processo de maturação e fermentação, ocorre de forma tranquila por um período de duas semanas a 40 dias. É muito fácil de fazer. Não há acréscimo de nenhum aditivo químico e a temperatura deve estar controlada sempre. Dessa forma o processo de envelhecimento trará um resultado positivo se seguido da forma correta.

Atenção para o processo: Em uma panela elétrica, selecione as cabeças de alho; ainda com a casca, coloque a quantidade desejada e mantenham a panela fechada em uma temperatura de 70°c, por no máximo 2 semanas. Após o período de fermentação você terá um alho roxo ou negro para uso nos seus mais diversos pratos. Para quem não tem a panela elétrica, à segunda opção é colocar as cabeças de alho soltas em um refratário de vidro com casca. Levar ao forno em temperatura de 180° e esperar que o alho escureça. Seu alho negro, pode ser utilizado da maneira que desejar. Assim nos conta a dona de casa Domingas Soares 68 anos, matriarca de uma família grande.  O alho negro é muito gostoso e dar um sabor em seus pratos ,diferentes do alho branco.  Ela afirma que além do sabor adocicado o alho negro traz, benefícios a saúde dela e de toda sua família.

“O alho negro protege de muitas doenças, como o câncer, uma gripe, dor de estômago, alguma inflamação, prisão de ventre, diabetes dentre diversas outras doenças”, diz Domingas Soares. Estudos feitos pelo Instituto Nacional (EUA), afirma que a iguaria é capaz de destruir as células malignas em caso do câncer do cólon.

A alta gastronomia, tem seus apreciadores, por conta dos bons benefícios que a iguaria apresenta. Baixo custo. Em algumas regiões da Bahia o preço varia entre R$18 e R$27 reais. Já se for por quilo ou comprado pela internet o preço varia entre R$85 e R$120 reais.

Usem o alho negro com sabedoria, pois a iguaria proporciona melhor qualidade de vida e um sabor incrivelmente maravilhoso para seus mais diversos pratos.

Receita:

“Arroz com brócolis”

Modo de preparo:

Em uma panela coloque o alho negro, machuque da sua forma. Acrescente cebola picada, sal a gosto, brócolis e um pouco de azeite de oliva. Deixe que os ingredientes refoguem. Depois coloque a quantidade que desejar cozinhar de arroz na panela com água e aguarde o seu cozimento. Está pronto o seu arroz.

Confira também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *