Os perigos diários enfrentados pelos agentes de limpeza urbana nesta pandemia

Por Mirian Romão-São Paulo
 
Os trabalhadores de setores essenciais do nosso dia a dia continuam se esforçando mesmo tendo que enfrentar o perigo da contaminação do coronavírus (COVID-19), enquanto a população encara o isolamento social. 
 
Em São Paulo, o reforço na limpeza da cidade está sendo feito com protocolos de higiene e dicas de como a população pode ajudar na coleta de lixo reforçando os sacos de lixo.  
 
A Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (Amlurb), órgão regulador responsável pela coleta e limpeza da cidade de São Paulo reuniu esforço para manter seus funcionários informados sobre o coronavírus e tomando os devidos cuidados para proteger os agentes de limpeza. 
 
Segundo a Amlurb, os responsáveis por manter a limpeza recebem diariamente orientações de higiene e sobre os sintomas da pandemia que está afetando a todos. O órgão responsável pela coleta, afirmou para o Jornal SP da Rede Globo que se os números de casos aumentarem a empresa terá que diminuir a quantidade de funcionários na tentativa de proteger seus empregados dos riscos da proliferação do coronavírus.
 
No esforço de ajudar o país e desacelerar o suto da COVID-19, um grupo de garis postou nas redes sociais um pedido simples para que todos fiquem em casa, cumprindo o isolamento social. 
 
De acordo com relatos do UOL notícias, um dos funcionários da coleta de lixo informou que tenta se prevenir como pode, toma banho na empresa e coloca o uniforme em uma sacola até chegar em casa. Depois, o uniforme vai direto para um balde com água sanitária para mata o coronavírus e declarou que toma outro banho e que o sapato não entra em casa. 
 
O funcionário relata que desenvolveu esses métodos depois de ouvir palestras na empresa de prevenção e higiene para combater a COVID-19. 
 
Algumas pessoas acharam uma forma de demostrar solidariedade, embalando bem seu lixo envolvendo em dois sacos plásticos e com um recadinho de gratidão colados no saco de lixo, agradecendo aos coletores por estarem na rua nos protegendo, enquanto estamos no isolamento social. 
 
A Amlurb publicou em nota as orientações e medidas que estão sendo tomadas por conta da pandemia. Sobre a coleta domiciliar o lixo deve ser reforçado, os resíduos deverão ser ensacados duas vezes. 
 
O plano de contingência para os ecopontos, a empresa afirma que “para evitar o contato direto com os munícipes, os funcionários dos ecopontos da cidade não irão manusear os resíduos descartados. O descarte deverá ser feito direto nas caçambas e/ou nos pontos de entrega voluntária (PEV’s)”. 
 
Os serviços da limpeza urbana estão funcionando normalmente. Para manter a proteção e higiene dos trabalhadores, estão sendo distribuídos álcool gel e sabonete líquido, está sendo intensificado também a limpeza em áreas comuns utilizadas pelos funcionários, como garagem, alojamentos e veículos. 
 
A Amlurb com a prefeitura de São Paulo, deixou os horários de entrada e saída dos funcionários mais flexíveis e remanejou os trabalhadores que estão em grupo de risco, com adiantamento das férias, home office ou afastamento.
 
É importante ressaltar a higienização das mãos com água e sabão para matar o vírus, caso tenha que sair de casa utilize álcool gel, troque de roupa antes de cumprimentar seus familiares e tire o sapato na porta.  
 
No Brasil já são 4.394 casos de coronavírus e 143 mortes,98 deles em São Paulo, segundo as informações divulgadas pelas secretarias estaduais de Saúde. 

Confira também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *