NORUEGA E A MAGIA DA AURORA BOREAL

Por Juliana Tahamtani
juliana.tahamtani@mulheresjornalistas.com

Com certeza você já ouviu falar e sonhou em ver uma aurora Boreal. É um dos fenômenos mais mágicos do mundo e muita gente cruza oceanos para conseguir ver o show de cores que colore os céus do ártico.

A aurora boreal, também chamada de aurora polar, pode ser definida como um verdadeiro show de luzes no céu, que mistura vermelho, laranja, azul, verde e amarelo. Mas nem todo mundo tem o privilégio de olhar para cima e ver este espetáculo de cores e brilho, pois esse fenômeno visual só pode ser avistado nos Polos Norte e Sul da Terra.

O fenômeno acontece quando partículas do Sol, os chamados ventos solares, se chocam com o campo magnético da Terra e são puxadas para os polos, ionizando outros elementos. É possível ver o céu colorido durante a noite ou no fim da tarde nos meses de fevereiro, março, abril, setembro e outubro, quando a atividade solar é maior.

O nome aurora boreal é dado quando o fenômeno acontece em regiões perto do Polo Norte. O mesmo ocorre no Polo Sul, e recebe o nome de aurora austral. Alguns planetas da nossa galáxia também têm ocorrências da aurora boreal como Júpiter, Marte, Vênus e Saturno. Mas, aqui no nosso planeta Terra, um dos lugares mais fácil de conseguir avistar a Aurora é na Noruega, mais especificamente em Tromsø, conhecida como a capital da aurora boreal.

A cidade de Tromsø está a 350 quilômetros ao norte do Círculo Polar Ártico e é a maior da região norte do país. Por lá, as chances de presenciar o fenômeno da aurora boreal são altas e o grande diferencial é que os visitantes podem ter essa experiência com toda estrutura e conforto, pois é um dos pontos turístico do país e recebe milhões de visitantes todos os anos que sonham em avistar o colorido dos céus.

O acesso a Tromsø é muito simples, já que lá está um dos principais aeroportos do país, que recebe voos diários de inúmeras cidades norueguesas e também de capitais europeias. Uma das coisas que chama a atenção desta cidade é que ela só possui cerca de 70 mil  habitantes e muitos hotéis. Ou seja, a maioria das pessoas que visitam a cidade são turistas. No centro, dá para perder a conta da quantidade de lojas e restaurantes e, mesmo tão longe, a cidade é um grande centro universitário da Noruega, respirando cultura e sempre com diversos eventos.

Próxima ao polo norte, a cidade possui um clima relativamente quente, se compararmos com as outras cidades do Ártico. A temperatura de Tromso gir em torno de -5ºC durante o inverno. As condições climáticas são tranquilas e favoráveis se comparadas a de outros lugares onde é possível avistar o fenômeno, como Canadá, Rússia e Finlândia, cujos termômetros podem chegar até a -20ºC. Então para quem não gosta tanto assim de frio mas sonha em avistar as luzes do norte, Tromso é o lugar ideal.

Já coloca na sua lista de lugares para conhecer depois que a pandemia acabar!

Confira também...

3 comentários

  1. Maria Alice Venturi says:

    Fiquei com vontade de ir. …

  2. Luis Venturi says:

    Matéria incrível! Já coloquei nos meus roteiros pós pandemia!!

  3. Bela matéria e lugar !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *