Turismo selvagem: por que devemos evitá-lo? 

Interação de turistas com a vida selvagem prejudica os animais e fortalece o cativeiro

Por Juliana Tahamtani- São Paulo

Muitos turistas viajam com o intuito de interagir com animais selvagens. Quem nunca sonhou em nadar com golfinhos, fazer carinho em um leão ou, até mesmo, andar nas costas de um elefante? Pois é, parece um sonho, não?  E esse tipo de interação é muito comum em diversos parques turísticos ao redor do mundo, e o turismo selvagem mobiliza uma indústria trilionária. 

De acordo com a Organização Mundial de Turismo, o turismo de vida selvagem representa entre 20% e 40% do valor anual gerado pela indústria turística no mundo, uma soma de aproximadamente US$ 1,5 trilhão. Considerando que se conectar com a natureza, conhecer o habitat dos animais, ter dinheiro para gerenciar projetos e manter áreas de proteção ambiental é um coisa boa, esse tipo de turismo ainda não trás nenhum benefício para a vida selvagem e pode ser muito prejudicial para os animais que vivem em cativeiro. 

O mal do cativeiro 

Especialistas contam que manter qualquer animal selvagem em cativeiro é problemático, pois nenhum cativeiro no mundo tem a capacidade de reproduzir a vida natural que esses animais teriam se estivessem na natureza.

Não se trata apenas de providenciar comida, água e abrigo para o animal. Eles têm muitas outras necessidades, como caçar para sobreviver e percorrer grandes distâncias. Por isso, os animais entram em uma rotina que não é natural e o tédio acaba se tornando um problema sério dentro dos cativeiros.

Sempre que as atividades com vida selvagem envolvem interação, os bichos sofrem algum problema emocional, o que pode provocar vários desequilíbrios, como torná-los dependentes da alimentação por humanos, provocar doenças, fazê-los brigar entre si por comida ou acelerar de forma anormal a reprodução de uma espécie e alterar o ecossistema do lugar.

Lion Park e Lujan

Um exemplo de turismo cruel com animais em cativeiro é o Lion Park, em Johanesburgo, na África do Sul. O  Lion Park permite aos visitantes entrar nos ambientes onde os filhotes de leões são mantidos para fazer carinho e tirar fotos. Depois de uma certa quantidade de visitas, os filhotes são trocados de ambiente, e outros, que ainda não foram submetidos à interação, entram no lugar, como um rodízio de leões. 

Os filhotes são arrancados de seu habitat natural e separados de suas famílias desde muito cedo e são obrigados a conviver com milhares de turistas, todos os dias, que pagam caro para interagir com esses filhotes. 

Outro caso polêmico é o Zoológico argentino de Lujan. O lugar permite que os visitantes entrem em jaulas para acariciar leões adultos e interagir com tigres e onças. Milhões de críticas quanto aos cuidados dos animais foram feitas ao parque, que está sob investigação, pois há a suspeita de que os animais sejam seriamente dopados.

A ONG internacional World Animal Protection (Proteção Animal Mundial), que desenvolve um trabalho importante na conscientização sobre o turismo com animais, estima que aproximadamente 110 milhões de pessoas no mundo visitam locais que promovem turismo cruel com animais silvestres. E outro dado da Wildlife Conservation Research Unit (WildCRU) aponta que 550 mil animais silvestres sofrem no mundo todo por causa de atrações turísticas irresponsáveis.

Acabar com a crueldade no turismo com animais depende de regulamentação e fiscalização dos governos, que muitas vezes precisam auxiliar a população para obter outra fonte de renda. Além disso, depende das decisões éticas por parte dos operadores de turismo e indivíduos que trabalham nessa indústria.

Mas também depende em grande parte de nós, viajantes. Afinal, enquanto existir gente procurando essas atrações, esse tipo de turismo persistirá. É importante sempre viajar de forma consciente e responsável.  

42 comentários sobre “Turismo selvagem: por que devemos evitá-lo? 

  1. I loved as much as you will receive carried out right here.

    The sketch is tasteful, your authored material stylish.

    nonetheless, you command get got an nervousness over that you wish be
    delivering the following. unwell unquestionably come further formerly again since exactly the
    same nearly a lot often inside case you shield this
    hike.

  2. May I just say what a comfort to uncover someone that actually knows what they’re discussing
    on the net. You certainly know how to bring a problem to light and make it important.
    More people should read this and understand this side of the story.
    It’s surprising you aren’t more popular since you definitely have
    the gift.

  3. Hey! Quick question that’s completely off
    topic. Do you know how to make your site mobile friendly?
    My web site looks weird when browsing from my iphone 4.
    I’m trying to find a theme or plugin that might
    be able to fix this issue. If you have any recommendations, please share.

    Appreciate it!

  4. I drop a leave a response when I especially enjoy a post
    on a site or if I have something to valuable to contribute to the conversation. Usually it is triggered by
    the passion communicated in the post I read. And on this article Turismo selvagem: por que devemos evitá-lo?  •
    . I was moved enough to leave a comment 🙂 I actually do have a couple of questions for you
    if it’s allright. Is it simply me or does it look as if like some of the comments come across like left by brain dead individuals?
    😛 And, if you are posting at additional places, I’d
    like to keep up with anything new you have to post.
    Could you list every one of all your communal sites like your twitter feed, Facebook page
    or linkedin profile?

  5. I’m truly enjoying the design and layout of your site.
    It’s a very easy on the eyes which makes it much more pleasant for me to
    come here and visit more often. Did you hire out
    a designer to create your theme? Superb work!

  6. Hi there! I understand this is kind of off-topic however I needed to ask.

    Does building a well-established blog such as yours take a massive amount work?
    I am completely new to blogging but I do write in my journal on a daily basis.
    I’d like to start a blog so I can share my experience and thoughts online.
    Please let me know if you have any kind of ideas or tips for brand new aspiring blog owners.
    Thankyou!

  7. This is the perfect website for anybody who hopes to find out about this topic.
    You understand so much its almost tough to argue
    with you (not that I really will need to?HaHa).
    You certainly put a brand new spin on a topic that’s been discussed for many years.
    Wonderful stuff, just great!

  8. Just desire to say your article is as surprising.
    The clarity in your post is simply spectacular and i can assume you’re an expert on this subject.
    Well with your permission let me to grab your RSS feed to keep updated with forthcoming post.

    Thanks a million and please keep up the enjoyable work.

  9. Thanks for your marvelous posting! I truly enjoyed reading it, you could
    be a great author. I will be sure to bookmark your blog and will come back in the foreseeable future.

    I want to encourage yourself to continue your great writing,
    have a nice weekend!

  10. Exϲellent goods from you, man. I have understfand your
    stuff previous to andd you’re just extrеmely wonderful.

    I reallyy like wһat you’ve acquireɗ here, гeally like whаt you’re
    saying and the way in which you say it. You maкe iit entгtaining annɗ ʏou stil takle
    care of to keep it sensible. I can not wait to read much moгe from you.
    This is actuaⅼly a great website.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.