TODA A FORMA DE AMOR! CASAMENTO E UNIÃO ESTÁVEL HOMOAFETIVA

Advogada Bianca Neves
luzenevesadv@gmail.com

No Brasil a união homoafetiva foi reconhecida em 2011, por decisão pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Quanto ao casamento, este é reconhecido, desde 2013, através de uma resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), do qual, os cartórios de todo o Brasil, passaram a registrar o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Nos cartórios, os documentos e taxas exigidos para o registro do casamento ou da união estável homoafetiva são igualmente os mesmos exigidos para casais heterossexuais. Por conta dessa união, surgem direitos que são adquiridos pelo casal, tais como: direito a herança, pensão por morte, licença-maternidade e licença- paternidade, entre outros que também são adquiridos pelos casais heteros.

A maioria dos casais homoafetivos, tem como sonho a formação de uma família, que pode ser iniciada através da adoção ou por reprodução assistida. Nesse sentido, desde 2010, é assegurado a estes casais o direito legal à adoção. É importante reforçar que, ao contrário de pensamentos preconceituosos e homofóbicos, o fato de os pais da criança serem homossexuais ou não, NÃO influencia na orientação sexual da criança adota ou gerada por reprodução assistida.

Pessoas LGBTQIA+, casadas ou solteiras e que contribuem para o INSS, tem direito ao gozo da licença-maternidade ou paternidade. Entretanto, apenas um deles, poderá gozar desse direito.

Em caso de falecimento de um dos cônjuges, a regra de divisão da herança observará os mesmos requisitos aplicados para casais heterossexuais, conforme determinado por lei, sem  qualquer distinção. Nesse sentido, a pessoa concorrerá à herança do companheiro (a), esposo (a), com os seus descendentes diretos, filhos ou netos e em caso de ausência dos descendentes, a divisão será realizada entre o companheiro ou esposo e os ascendentes do falecido (pai, mãe).

Já os bens adquiridos no curso da união ou casamento homoafetivo, a divisão dependerá do regime de bens escolhido pelo casal à época do casamento ou da união estável.

A união homoafetiva, também assegurará o direito de incluir o companheiro(a), esposo (a) como dependente em planos de saúde e na declaração de Imposto de Renda. Além disso, torna a pessoa beneficiária de pensão por morte em caso de falecimento do cônjuge.   

Para realização de casamento ou união estável em cartório, são exigidos os seguintes documentos:
RG;
CPF;
Certidão de nascimento original;
Comprovante de residência – água, luz ou telefone fixo (no nome da pessoa ou dos pais);

Testemunhas devem ser alfabetizadas e levar o documento de identidade original e atualizado.

Se um dos noivos for divorciado, deverá ser apresentar a Certidão de Casamento atualizada, com o registro do divórcio. Mas se um dos dois for já for viúvo, deverá apresentar a Certidão de Casamento e a Certidão de Óbito do cônjuge, atualizadas.

A taxa de lavratura de assento de casamento é paga na ocasião e varia de estado para estado. 

Aconselhamos que, os casais heteros ou homossexuais formalizem sempre que possível a relação com  um documento legal, afim de evitar uma série de aborrecimentos futuros, especialmente naqueles casos onde terceiros estão envolvidos, como herança, por exemplo.

5 comentários sobre “TODA A FORMA DE AMOR! CASAMENTO E UNIÃO ESTÁVEL HOMOAFETIVA

  1. Definitely beⅼieve that which you ѕaid. Youur favorite justification seemed tⲟ ƅee on the intеrnet the easiest thikng to be aᴡare of.
    I say to you, I definitely get annoyed whilе people thіnk about worries thаt
    they just do not қnow аbout. You managed to һit the nail upon thhe top as well as dеfined out the whole thing witһout
    having side effect , people caan take a ѕignal. Will ⅼikely Ьe back to ɡet more.
    Thanks

  2. Αn impreѕsive share! I have jսet foгwarԁeed this оnto a friend who
    was dߋing a little research onn this. Annɗ he actually
    ordered me luncһ becxause І found itt for him…
    lol. So аⅼlow me to reword this…. Thanks for the meal!!
    But yeah, thanx for spening the time to talk bout this subject here on yohr Ƅlog.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.