LUTE COMO UMA PIRRALHA

Como dizia Boechat “não dou palanque para otário”, aqui não rei citar certos nomes, apenas os interessantes e mais importantes. Começo pelo nome da brilhante e inteligente, Greta Thunberg. Com 16 anos, sueca e que vai fazer aniversário logo em seguida, dia 03 de janeiro.

Filha de uma cantora de ópera famosa, Malena Ernman e de um ator também famoso , Svante Thunberg ela poderia usar da imagem para ter outra influência do que propriamente abraçar problemas mundiais. Mas fez!
Adolescente, alguns chamam de “aborrecentes”. Intitulam uma fase difícil. Mas Greta só tem trazido soluções e apoios, na tal idade “rebelde”. Palavra que quando eu era adolescente, me soava doída, porque queria apenas fazer algo diferente dos demais. Ou me sentia vegetando!
Este mês de dezembro ela foi considerada uma das pessoas mais influentes do mundo pele revista americana Time.
Tão jovem, tão inteligente, enfrentadora de tantos problemas que regem as questões climáticas do mundo inteiro. Pergunto-me, quantos homens são necessários, héteros, brancos, políticos para se ter uma única “PIRRALHA”?
Além de vegetariana, pelos direitos dos animais Greta tem outros superpoderes como ela mesma diz. Greta Thunberg foi diagnosticada com síndrome de Asperger, TDAH, transtorno obsessivo-compulsivo e mutismo seletivo.
 
ALGUNS PRÊMIOS:
Greta Thunberg venceu o artigo debate do Svenska Dagbladet em uma competição sobre o clima para os jovens em maio de 2018.
Indicada para o prêmio da empresa de eletricidade Telge Energi para crianças e jovens que promovem o desenvolvimento sustentável, o Prêmio do Clima para Crianças.
Em dezembro de 2018, a revista Time nomeou Thunberg uma dos 25 adolescentes mais influentes do mundo daquele ano.
Em novembro de 2018, recebeu a bolsa Fryshuset de jovem modelo do ano.
Em 8 de março de 2019, Thunberg foi nomeada Mulher Sueca do Ano pela Swedish Women’s Educational Association.
Em 13 de março de 2019, dois deputados do parlamento sueco e três deputados do parlamento norueguês nomearam Thunberg como candidata ao Prêmio Nobel da Paz.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.