Licença PETernidade

Por Giselle Cunha, Jornalista- RJ 

giselle.cunha@mulheresjornalistas.com 

Chefe de Reportagem: Juliana Monaco, Jornalista 

Editora Chefe: Letícia Fagundes, Jornalista 

Como surgiu e como funciona esse benefício

A licença maternidade surgiu no Brasil em 1943, quando a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) foi criada. Após 30 anos, foi necessário esse benefício sofrer uma alteração na sua forma de pagamento, que antes era arcada apenas pelo empregador e, a partir deste período, passou a ser realizado pela Previdência Social, pois essa era uma das justificativas utilizadas para o alto índice de rejeição das mulheres no mercado de trabalho.

O objetivo é garantir que as mães usufruam com seus bebês momentos de conhecimento, adaptação, intimidade, confiança e toda aquela rotina que faz parte dessa relação. Você concorda que a chegada de um filho mexe com toda a nossa vida e nosso costume? Se a sua resposta foi positiva, porque a chegada de novo membro da família, como os pets representam hoje em dia, também não precisa de uma pausa especial?

Pensando nisso, a agência Ogilvy Brasil idealizou o projeto para uma rede de lojas do ramo pet, que logo contou com a participação de outras empresas, formando um coletivo que permitiu a implementação da licença PETernidade, isso mesmo! Uma licença exclusiva para funcionários que adotem animais.  “Estamos vivendo a introdução dos pets às famílias. Se no passado eles ficavam no quintal, hoje estão com a gente no sofá. Antes eles eram nossos melhores amigos, hoje são também filhos. Nesse contexto, a Licença PETeternidade faz todo sentido porque não basta decidir pela adoção, é preciso oferecer condições para as pessoas nesse momento”, declara Márcio Fritzen, diretor executivo de criação da Ogilvy.

Divulgação site Petz

Assim como nós humanos, os animais possuem uma complexidade de sentimentos. Você já deve ter chorado ou ficado triste próximo ao seu animalzinho e o percebeu totalmente solidário e carinhoso, além do comum. Esse comportamento, nada mais é, do que uma demonstração de afeto, de empatia, de zelo. Em uma situação que o animal encontra-se com novos tutores, um novo lar, novos cheiros, novas sensações, é importante ter essa pausa para que esse turbilhão de acontecimentos venha de forma gradativa e leve.

O projeto visa que cada vez mais empresas adotem a iniciativa e promovam uma adoção responsável, focada no bem-estar animal, trazendo apoio e tranquilidade para essa fase de adaptação dos tutores com os animais. Para ter acesso a este benefício, converse com o RH da sua empresa, pois inicialmente será necessário ela estar credenciada. Após esse credenciamento, você irá alinhar, junto ao gestor e à ONG responsável pelo processo de adoção, toda a documentação necessária e as datas disponíveis para buscar seu filho de quatro patas.

A empresa esclarece que o tempo de duração desta licença varia de acordo com os parâmetros definidos por cada instituição, mas com base em estudos e experiências profissionais, dois dias são suficientes para que tal adaptação ocorra de maneira tranquila e eficaz. Porém, é importante que realmente haja dedicação total ao novo membro durante esse período com brincadeiras, carinhos e muito estudo sobre a espécie para garantir que o melhor ambiente e relacionamento sejam oferecidos ao animal.

Sobre essa adaptação, fizemos uma reportagem repleta de dicas importantes e bem fáceis de cumprir que vão te auxiliar nesse momento tão especial. Confira o conteúdo completo em “Como adaptar seu pet em um novo lar”.

O Instituto Mulheres Jornalistas entrevistou Henrique Perdigão, conhecido como Perdigavet, que é médico veterinário e especialista em comportamento animal, para entendermos o quanto esse processo beneficia a relação Pet X Tutor.

Henrique Perdigão

Mulheres Jornalistas (MJ): Qual a importância de um projeto como o Licença PETernidade para o tutor e seu animalzinho?

Perdigavet: A proposta é bem interessante, pois muitos tutores são “marinheiros de primeira viagem” e nunca tiveram um animal. Esses primeiros dias no novo lar são cruciais para adaptar a rotina de alimentação, os horários de independência, os brinquedos ideais, o cantinho de dormir e outros pontos ligados à organização. Toda essa estrutura gerará segurança para o animal ficar bem enquanto o tutor estiver ausente. Porém, é um processo que precisa ser feito com muita cautela, pois atendo frequentemente cães que sofrem com ansiedade de separação. Portanto, é importante mostrar que existe uma rotina na casa e que ambos precisarão passar por essa movimentação.

MJ: Quais atividades podem facilitar essa aproximação?

Perdigavet: O principal é o carinho e a atenção. Mas também existem as atividades com brinquedos eos passeios (animais adultos costumam associar os passeios a experiências positivas).Procure sempre vincular coisas positivas nos momentos com o animal, pois ele vai se sentir bem acolhido e protegido.

MJ: O que é importante fazer assim que o pet chegar no novo lar?

Perdigavet: É importante deixar tudo o que for necessário já preparado como cama; vasilhas para alimentação e água; tapete higiênico; brinquedos apropriados para a idade; além de verificar qual ração ele já esteja utilizando para manter, ou se optar por trocar, fazer aos poucos conforme instrução do veterinário. Verificar o ambiente por onde o filhote irá circular também é importante, pois é bem comum eles se interessarem por tudo que é novo, portanto, esse tipo de ação previne acidentes.

MJ: Em relação aos animais que apresentam um comportamento mais agressivo,existe alguma técnica para o tutor ir conquistando sua confiança?

Perdigavet: Os animais apresentam agressividade por insegurança ou até mesmo por haver um histórico. É muito importante sempre procurar saber o máximo de informações sobre o animal e, se possível, contar com o amparo de um profissional, pois é muito difícil para o tutor, sem conhecimento técnico, conseguir identificar quais os gatilhos geram esse tipo de comportamento no animal.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com