Por: Natália Bosco, jornalista
E-mail: natalia.bosco@mulheresjornalistas.com
Diretora de jornalismo: Letícia Fagundes, jornalista
Chefe de reportagem: Juliana Monaco, jornalista

Iniciativa também conta com orientações sobre saúde íntima, hábitos de higiene pessoal e conscientização sobre o tema

Estudantes do curso de enfermagem do Centro Universitário Adventista de São Paulo (UNASP) criaram uma iniciativa para ajudar mulheres em situação de vulnerabilidade social. O “Projeto Marias” tem como objetivo principal arrecadar e doar absorventes íntimos, e colaborar na educação de higiene pessoal e bons hábitos de higiene durante o período menstrual. A princípio, o projeto irá atender o Projeto TPM, uma comunidade em São Lourenço e uma comunidade indígena em Ubatuba.

“A ideia do projeto surgiu na primeira reunião Liga Acadêmica de Saúde da Mulher e Obstetrícia deste semestre. De início, nós tínhamos pensado em fazer umas tendas de orientação para o outubro rosa e surgiu a ideia de coletar absorventes. Eu sugeri para os alunos: ‘a gente podia fazer umas caixas de coletas de absorventes, pedi absorventes para os alunos, para os professores, para quem frequenta o campus’. Essa foi a ideia inicial e depois os alunos aperfeiçoaram tudo”, conta a professora do curso de enfermagem e coordenadora da liga acadêmica, Gyan Karla.

Primeiro evento presencial da liga acadêmica, em 23/10. O grupo palestrou sobre doenças infecciosas e hábitos de higiene íntima. Imagem: Divulgação Instagram @lasmounasp

O Projeto Marias deve percorrer diversas escolas e comunidades da região de Capão Redondo, levando palestras presenciais e gratuitas sobre Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’s) e métodos de barreira, violência contra a mulher, saúde íntima e educação sexual, entre outras. “Com esse projeto, queremos promover dignidade menstrual que é direito de mulheres e meninas, terem acesso a produtos de higiene, condições de saneamento, informação sobre o próprio corpo/período menstrual.”, ressalta Gyan.

A professora contou que, durante a primeira ação do projeto, os alunos de enfermagem realizaram ações de orientação em educação e saúde, como bons hábitos de higiene durante o período menstrual, e debateram temas do Outubro Rosa, como câncer de mama e de colo de útero.

Como ajudar?

Os interessados em contribuir com o Projeto Marias podem fazer doações em dinheiro ou absorventes. O local da coleta fica no campus de São Paulo do UNASP.

Gyan Karla orienta que aqueles que têm interesse em doar, mas não podem ir até o campus entrem em contato com a liga acadêmica pelo instagram (@lasmounasp).

Expressão “pobreza menstrual”

O termo é usado para designar a impossibilidade financeira da compra de absorventes por mulheres. Muitas recorrerem a outros materiais para se protegerem durante o ciclo, a exemplo de meias, panos, jornais e papel higiênico para absorver o sangue, o que pode causar danos à saúde feminina.

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com