Como ter mais cuidado com a alimentação na quarentena
Por Mirian Romão- São Paulo
 
A pandemia causada pelo coronavírus fez com que cidades e estados adotassem o isolamento social como uma forma de se prevenirem para não espalhar a doença.
O home office passou a ser adotado em diversas empresas por conta da crise.
 
Universidades e escolas adotaram o ensino a distância (EAD) e o Ministério da Saúde recomenda o isolamento social ainda por tempo indeterminado.
Contudo, é difícil manter uma alimentação equilibrada em momentos de ansiedade, estresse e com a rotina de home office.
 
É possível manter uma rotina de exercícios em casa para diminuir a ansiedade e estresse. O professor de educação física, Rodrigo Leandro, montou uma série de três treinos diários para garantir uma semana saudável, de acordo com o Globo.
 
Ficar em casa e sem fazer exercícios causa ansiedade e com isso, acabamos tendo tempo ocioso e como os alimentos estão de fácil acesso, acabamos tendo vontade de beliscar o tempo todo.
De acordo com a Marcella Rezende Nutricionista, “ficamos com o tempo livre, ansiosos e com alimento de fácil acesso.
 
Nesse momento de ansiedade inconsciente damos mais preferência para alimentos que nos traz conforto, por isso preferimos alimentos mais calóricos como doces,bolos, fast food, bebidas açucaradas, entre outros”.
 
Esse isolamento social é uma chance de refletir sobre nossas vidas, segundo a Nutricionista.
“Acredito que estamos recebendo uma chance de refletir e pensar o que precisamos melhorar nas nossas vidas, o que está acabando com a nossa saúde, por qual motivo vivemos estressados e ansiosos. É importante essa reflexão pois tudo isso sobrecarrega o nosso emocional e descontamos inconscientemente na alimentação”.
 
A partir dessa reflexão de nossas vidas podemos melhorar nossa alimentação e começar a fazer exercício físico em casa.
“Nesses dias, podemos organizar melhor a alimentação estando em casa, é importante dar preferência para alimentos mais saudáveis criar o hábito de comer mais frutas e legumes, começar a praticar alguma atividade física mesmo que esteja em casa e o ponto principal a melhorar que vai ajudar em vários aspectos é se conectar com o nosso corpo através de uma prática de meditação para trazer mais equilíbrio”, declara Marcella.
 
A nutricionista passa algumas dicas que podem te ajudar a controlar a alimentação:
“Primeiramente é importante não realizar dietas restritivas nesse momento porque aumenta mais a ansiedade e estresse;
Não ficar muito tempo sem comer, comer a cada 3 horas;
Diminuir o acesso a notícias ruins através de programas de TV, grupos de WhatsApp, notícias na internet, etc; Incluir alimentos que ajudam na sensação de bem-estar que são ricos em triptofano como a banana, abacate, aveia, leite, cacau, castanhas e amêndoas; vc Realizar alguma atividade física no horário que tem mais vontade de comer;
Tomar um banho relaxante no horário que tem a tendência a comer mais;
Procure realizar atividades que dão prazer diariamente como ouvir música, desenhar, bordar, cantar, meditar, brincar com os cachorros e entre outras”.
 
Além de praticar exercício a rotina saudável ajuda a consumir mais alimentos ricos em vitaminas e a ter mais disposição para cuidar da sua saúde. Durante a pandemia, é preciso redobrar a atenção com a higiene dos alimentos também.

2 comentários sobre “Como ter mais cuidado com a alimentação na quarentena

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.