Saiba quais são os benefícios da leitura na infância 

Por Luiza Esteves Repórter – RJ

Desde a gestação é possível estabelecer conexões com os filhos por meio da leitura. A voz da mãe, uma canção, carinho e qualquer outra interação de amor é bem-vinda. Esse primeiro contato permite estimular o bebê e fortalecer a relação maternal. Em entrevista para a Agência Brasil o pediatra Mário Roberto Hirshheimer, presidente da Sociedade de Pediatria de São Paulo, comenta a respeito. “A partir da 25ª semana de gravidez, o bebê já consegue ‘sentir’ o som e ouvir a voz da mãe. Por isso ele reage quando escuta canções e a voz dela e se mexe dentro da barriga. Isso que significa que ele escuta e já está, de certa forma, em comunicação com a mãe”, explica o pediatra. Ler para as crianças auxilia no desenvolvimento das habilidades cognitivas, exercita o cérebro, aumenta o vocabulário, estimula a criatividade e melhorar a comunicação. Ou seja, a partir da leitura os pequenos aprendem a se expressar desde cedo pela linguagem oral e escrita.

O conhecimento adquirido pelos livros amplia a visão de mundo das crianças de forma mais sensível e humanizada. A criatividade e a curiosidade são exploradas de tal forma que despertam o prazer pelo hábito da leitura, motivando o interesse por outros assuntos. A medida em que essa sensibilidade é desenvolvida, os pequenos também começam a compreender as suas emoções e aprendem a lidar melhor com elas. Mais tarde, essa percepção pode estimular o sentimento de empatia, colocando-se no lugar do outro.

“Contar histórias é uma prática importante, pois caracteriza um momento de extrema conexão entre a criança e o cuidador, já que, além do conteúdo que está sendo passado, há troca de olhares e contato afetivo, que são muito importantes para a criança desde os primeiros meses de vida.

Mesmo que a criança não compreenda ainda o significado das palavras, ela compreende as expressões faciais, o gesto de carinho e a suavidade do tom de voz. Por isso, esses momentos são de interação muito significativos”, comenta o pediatra. Dessa forma, quanto mais cedo o hábito de ler um livro for incentivado, mais cedo os pequenos vão poder desfrutar dos benefícios da leitura na infância. Além de reduzir as chances de apresentar quadros de agressividade e hiperatividade, as crianças aumentam a concentração e a atenção.

Confira algumas dicas que separamos para que seu filho comece desde já nesse universo literário. Compartilhamos algumas sugestões de acordo com a faixa etária da criança.

De 0 a 3 anos – Explorar livros com texturas diferentes; – Apontar para figuras e em voz alta e dizer o nome; – Fazer perguntas sobre o que a criança ouve e vê; – Ler histórias narradas com diferentes vozes de acordo com os personagens; – Demonstrar e nomear ações e emoções nas histórias; – Deixar a criança virar as páginas do livro.

De 3 a 6 anos – Contar histórias antes de dormir; – Incentivar a criança a contar sua história favorita; – Explicar as palavras novas e responder perguntas em geral; – Conversar sobre o livro depois de terminada a leitura; – Seguir a leitura com o dedo para a criança acompanhar.

De 6 a 9 anos – Incentivar a criança a ler e a interpretar o livro; – Criar uma rotina de leitura; – Entender os gostos literários da criança; – Fazer passeios literários em família para tornar o hábito pela leitura em algo divertido.

É importante destacar que durante todo esse processo de aprendizagem, o contato entre os pais, professores e responsáveis é essencial e fortalece muito a ligação com a criança. Depois de receber todas essas dicas não há mais desculpas para não desfrutar da literatura junto com o seu filho.

Que tal ler essas matérias também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *