Perdas no setor audiovisual preocupam e incentivam movimento

Profissionais do setor criam iniciativa enquanto o audiovisual sofre prejuízo nas contas

Por Giulia Ghigonetto-São Paulo
giulia.ghigonetto@mulheresjornalistas.com

A perda do setor audiovisual com a pandemia de coronavírus no estado de São Paulo chega a R$ 34 bilhões e a recuperação do Produto Interno Bruto (PIB) de 2019 só acontecerá em 2022, segundo o secretário da Cultura do Estado de São Paulo, Sérgio Sá Leitão.

Vale lembrar que o setor cultural é responsável por 3,9% do PIB do estado, representando R$ 29 bilhões de reais e 1,5 milhão de empregos.

Para acelerar a retomada, a Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo tem três programas de R$ 177,2 milhões para 4.800 projetos, com geração de mais de 4 mil empregos e R$ 267 milhões de impacto.

Em meio a isso, as redes de cinema se preparam para uma possível reabertura, respeitando medidas de segurança e higiene. Para isso foi criado o Juntos Pelo Cinema, uma iniciativa encabeçada por mais de 200 profissionais
de grandes redes, cinemas independentes, fornecedores, produtoras e distribuidoras.

O movimento acredita que nos quatro meses de paralisação, o setor audiovisual deixou de arrecadar metade da bilheteria esperada para todo o ano de 2020. Foram 100 mil ingressos não vendidos, resultando na perda de mais
de R$ 2 milhões de reais.

Entre as medidas que serão tomadas para a reabertura, estão as vendas limitada a 40% da sala, com separação de poltronas, com a venda de ingresso feita pela internet. Também deve haver um intervalo grande entre as sessões
para que seja feita uma higienização nos espaços.

Além disso, o uso de máscara será obrigatório tanto para o público quanto para os funcionários, e terá álcool em gel 70% disponível nas áreas de circulação dos cinemas.

Para marcar essa retomada, a iniciativa pretende lançar o festival “De volta para o Cinema”, que contará de grandes filmes já lançados anteriormente.

Que tal ler essas matérias também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *